“O namorado do papai ronca” – Resenha por Sandra Abrano

O simples não é um resultado fácil, tratando-se da arte de escrever, ainda mais em um tema que não tem nada de tranquilo.

Dante é um adolescente que parte da cidade de São Paulo para morar com o pai no interior paulista por pelo menos seis meses, tempo que sua mãe passará no exterior. E esse é um período em que Dante passa apertado de tantas que são as adaptações que terá que enfrentar: à nova escola, aos novos amigos, à nova cidade, à descoberta de novos sentimentos, à saudade da mãe e dos amigos que deixou.

Um dos segredos do livro “O namorado do papai ronca” é que o autor se utiliza de uma estrutura descomplicada: apresenta o cotidiano do adolescente Dante indicando os dias da semana, dividindo o dia em manhã, tarde e noite, o que provoca uma leitura rápida, rapidíssima, em pequenos blocos de puro diálogo. O narrador aparece em parágrafos curtos, na maioria das vezes para contextualizar a cena. A leitura de “O namorado do papai ronca” corre rápida. Mérito do autor que toca com sensibilidade em temas intensos e diversos da vida do menino-homem Dante.

E o ronco do namorado do pai incomoda cada dia menos, enquanto Dante descobre que o afeto, o carinho e o amor acontece em qualquer idade e com qualquer pessoa. E aí, é só viver

Do site Trecho Predileto Literatura – http://trechoprediletoliteratura.blogspot.com.br/2012/09/o-namorado-do-papai-ronca-de-plinio.html

Anúncios

Por gentileza: escreva o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s