O namorado do papai ronca – Resenha de Maria Helena Martins

O Namorado do papai ronca

1 - DSCF0787

O autor harmoniza a linguagem internética (discurso conciso, terminologia e recursos gráficos próprios, privilégio ao diálogo) com a linguagem coloquial corrente. E, na integração desses aspectos constrói um texto efetivamente literário, pois trabalha a palavra de modo a ir além de seu uso comunicativo e cotidiano, buscando a expressividade, numa dimensão que supera modismos. Assim, o que é eminentemente coloquial, sem aspectos  que se convencionou entender por literários, resulta, contudo,  em texto elaborado, pois que o autor impregna-o de densidade significativa, por meio de figuras de linguagem como repetição/reiteração, enfatizando o aspecto emocional de quem a usa e para quem se dirige no contexto da obra.

Mais do que a questão vocabular, o uso de expressões coloquiais ou comuns na internet (cf. p.81, a mais marcante nesse aspecto), chama a atenção o modo como Camillo desenvolve o diálogo-relato, vivo e rápido mas suficientemente denso e sugestivo para se conhecer o…

Ver o post original 123 mais palavras

Anúncios

O namorado do papai ronca – Resenha

2 - DSCF0786

Os preconceitos que permeiam nosso dia-a-dia

 

Homofobia, xenofobia, bullying, machismo, violência doméstica, racismo, intolerância. Essa é a temática que permeia o título “O namorado do papai ronca” de Plínio Camillo. Entretanto, nem todas essas expressões preconceituosas estão contidas diretamente no texto do livro, e sim na cabeça do leitor, eis a grande sacada do escritor.

A história é simples, como uma boa novela, descreve o drama diário de um garoto que passa a viver com o pai e seu namorado em uma cidade pequena, e passa a inserir na coletividade em meio a escola e os “olhares tortos” dos adultos, das outras crianças e da própria família em alguns casos.

O interessante nessa novela, é como Plínio a constrói: valendo-se de um linguajar coloquial e direto, que se aproveita bem da objetividade comum dos dias atuais em que as pessoas estão acostumadas a consumir informações pela Internet.

E justamente valendo-se dessa objetividade que Plínio constrói sua “armadilha” ao leitor, pincelando as informações que são vitais para a sua história sem despejá-las completamente no papel, cabendo ao leitor preencher esse vácuo notoriamente colocado propositalmente na narrativa.

Conforme o leitor faz esse exercício, é obrigado contestar a si mesmo, se o que está pensando é ou não preconceito de sua parte. Assim, mais do que uma simples novela, esta história é um teste, um teste para o leitor saber até onde carrega algum tipo de preconceito que nem sempre lhe é explicitamente consciente

Pedro Luiz (Pedroom Lanne) autor de Adução – Dossiê Alienígena

(https://www.skoob.com.br/livro/resenhas/247197/edicao:276759)

O namorado do papai ronca

PERFIL

Priscila Guerra Novaes

Data de nascimento: 24.6.

Cidade Atual: Procópio

Cidade Natal: Piracicaba

Gênero: Feminino

Sobre mim: Gosto de passear, andar de bicicleta, descobrir novidades e conversar com todo mundo.

O que emociona: Um dia de sol.

Ídolo ou ídolos: Minha mãe, meu pai e meu tio Ademar.

O que gostaria de dizer: Somos diferentes com direitos iguais.

O que mais? Meu maior desejo é um dia ser advogada, como minha mãe e meu tio.

Atividades e interesses: vôlei e violão.

Uma frase: O que faz a vida tão especial é o fato de que ela nunca se repetirá.”

(Emily Dickinson)

Por que está aqui e não está lá: Lá não sei onde será, mas será…

O namorado do papai ronca

PERFIL 

Dante Neves

Data de nascimento: 26.11

Cidade Atual: Procópio

Cidade Natal: São Paulo

Gênero: Masculino.

Sobre mim: Estou morando com o meu pai em Procópio.

O que emociona: Meu Timão.

Ídolo ou ídolos: Falcão (futsal), Ronaldinho Gaúcho e Joair, o Feiticeiro.

O que gostaria de dizer: Campeão mundial de futebol pela seleção e pelo Timão.

O que mais? Quero ser jogador de futebol do Timão.

Atividades e interesses: Futebol, futsal, futebol de botão e futebol de areia.

Uma frase: “Aqui tem um bando de louco!”

Por que está aqui e não está lá: Minha mãe está estudando fora. Tenho que morar algum tempo com o meu pai.

Informações de contato: http://www.dantefutebol.wordpress.com